olive-oil-954x540

Encontro de Cooperativas Olivícolas em Macedo de Cavaleiros

Em Macedo de Cavaleiros, Trás-os-Montes, realiza-se durante a manhã de 12 de Janeiro o Encontro de Cooperativas Olivícolas. O objectivo do evento é «identificar alguns dos problemas mais urgentes do sector olivícola e fazer um levantamento de propostas a apresentar ao Governo», bem como «discutir o futuro da Política Agrícola Comum (PAC) pós 2020 e as suas implicações num sector que gera cerca de 30 milhões de euros por ano para a economia portuguesa», explica a organização em comunicado.

Este encontro começa às 10h00, no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros. É organizado pela Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Olivicultores (Fenazeites) – associada da Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal (Confagri) – e conta com o apoio da Cooperativa Agrícola de Macedo de Cavaleiros.

O programa contempla os seguintes temas: “Campanha 2017/2018 – Evolução da produção nacional e internacional” (a cargo de Patrícia Falcão Duarte, secretária-geral da Fenazeites), “Xylella fastidiosa” (a cargo de Paula Cruz de Carvalho, sub-directora geral da Direcção Geral de Agricultura e Veterinária), “Intervenção da ASAE nos lagares” (por António Paula Lima, inspector-chefe da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica), “PAC pós 2020 – Perspectivas para o sector olivícola” (da responsabilidade de Arlindo Cunha, professor da Universidade Católica do Porto e ex-ministro da Agricultura) e “Novo código de contratação pública” (a cargo de Ana Rosado da Fonseca, jurista). A propósito da região em que se realiza o evento, a organização salienta que o azeite de Trás-os-Montes é um produto com denominação de origem protegida (DOP) desde 1996, que representa 35% da produção nacional e que tem um peso económico bastante significativo na região.

Notícias relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *