1

Empresa comercializadora de batatas instala classificador óptico da Tomra

A empresa familiar Oliveira Pinho & Filhos, dedicada à comercialização de batatas e cebolas, adquiriu em Junho último um classificador de alimentos óptico Sentinel II, da Tomra Sorting Foods – empresa que projecta e fabrica sistemas de classificação baseados em sensores para a indústria de alimentos. Este equipamento está a funcionar nas instalações da empresa, em Mira (distrito de Coimbra), e integra a tecnologia LED pulsada, que permite «classificar os alimentos a uma velocidade maior do que os modelos anteriores», refere um comunicado da Tomra.

3

O Sentinel II efectua a selecção das batatas, que são entregues em bruto na Oliveira Pinho & Filhos. Sérgio Pinho, gerente da empresa, afirma que, com este equipamento, «conseguimos aumentar a qualidade final da mercadoria e com menos trabalho».

2

Alejandro Palacios, director de vendas da Tomra Sorting Foods para Espanha e Portugal, explica que «os ejectores são de alta precisão e permitem expulsar muito rapidamente os materiais “estranhos” e batatas em mau estado». «O classificador selecciona as batatas por cor, rejeitando os verdes ou aqueles que têm manchas ou estão podres. Além disso, o Sentinel II detecta corpos estranhos (paus e pedras), eliminando-os do produto final.» Após o processo de lavagem e secagem, as batatas passam pela área de inspecção antes de serem embaladas para venda.

«Os nossos clientes estão mais satisfeitos e o processo de nossa fábrica melhorou de forma substancial. Na verdade, um único trabalhador lida com a máquina, enquanto os outros três funcionários foram realocados em outras posições onde eram mais necessários», indica afirma Sérgio Pinho. Antes de o Sentinel II ser integrado na linha de produção da Oliveira Pinho & Filhos, o processo era feito de forma manual e ocupava quatro funcionários.

4

«O volume de batatas que podemos classificar aumentou graças ao Sentinel II. Actualmente, podemos classificar 15 toneladas/hora de batatas pequenas e 20 toneladas/hora de batatas médias», assinala o gerente da Oliveira Pinho & Filhos. Além da «eficiência», a Tomra destaca neste equipamento «a simplicidade com que se pode controlar e manejar», «o design simples e robusto» e «os baixos custos de manutenção».

Segundo Sérgio Pinho [na foto em baixo, com  Alejandro Palacios], com a formação que receberam, na Oliveira Pinho & Filhos são «capazes de configurar a máquina para diferentes variedades e cores de batata de uma forma muito fácil». A isto acresce que o Sentinel II «não requer muita manutenção» e que, «porque não é muito grande, encaixa-se muito bem na nossa linha de produção». A concluir, o gerente da Oliveira Pinho & Filhos diz que «a Tomra ajudou-nos a melhorar a nossa produtividade e recomendamos os seus equipamentos sem qualquer dúvida».

5




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *