file1569

Associações criam rede de pesquisa europeia para os hortícolas

Foi criada, a 1 de Fevereiro, uma rede de âmbito europeu para agregar os centros de investigação e universidades que se dedicam à pesquisa no sector hortícola.

A Euvrin é o resultado de uma iniciativa conjunta entre a assembleia que representa as regiões europeias produtoras de frutas e hortícolas (Areflh), a associação que representa empresas e organizações que actuam no mercado hortofrutícola europeu (Freshfel) e a associação que reúne vários centros de pesquisa na região da Flandres (Agrolink).

Os objectivos do primeiro encontro, que reuniu 80 representantes de vários centros de pesquisa europeus, em Bruxelas, foram: «permitir que os investigadores sobre hortícolas se conhecessem melhor e desenvolvessem parcerias»; «definir tópicos de pesquisa e organizar grupos de trabalho»; e «valorizar o sector hortícola europeu e realçar a necessidade de investigação».

Durante o evento, foram organizados cinco grupos de trabalho que, no futuro, se focarão na investigação de diferentes temáticas: a produção integrada para os hortícolas, a fertilização, os recursos genéticos e a reprodução, as estufas e o material vegetal e o valor ao longo da cadeia alimentar.

Até ao momento, fazem parte deste consórcio 50 centros de 16 Estados-membros da União Europeia (UE). Os responsáveis pelo projecto sublinham que está aberto aos centros dos 28 países que integram a UE.

Já existe, desde 1993, uma rede semelhante à Euvrin, que se dedica à investigação no sector frutícola, a Eufrin. O objectivo é agregá-las e criar uma plataforma europeia para a investigação e inovação para as frutas e legumes.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *