DIGITAL CAMERA

Milho: gota-a-gota pode poupar 30% em água e energia  

Estima-se que a rega enterrada gota-a-gota, por oposição aos sistemas de aspersão e pivot, permita poupar até 30% em água e energia, quando aplicada às culturas de milho e sorgo.

A estimativa surge após a instalação de um sistema de rega gota-a-gota nos campos onde a Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo (Anpromis) está a realizar os ensaios no âmbito do projecto Sanimilho – um protocolo de colaboração técnico-científica entre a Associação e o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária.

Os resultados finais da experiência só serão conhecidos no final do mês de Setembro, aquando da colheita do milho. Porém, a empresa encarregue da instalação do sistema de rega apresentou esta previsão durante o dia de campo dedicado ao projecto, na Estação Experimental António Teixeira, em Coruche.

Durante o evento, o presidente da Anpromis, Luís Vasconcellos de Souza, sublinhou que «a via para competir no mercado global é aumentando a eficiência das nossas explorações agrícolas», daí a importância do Sanimilho.

Por seu turno, a ministra da Agricultura, Assunção Cristas, também presente no dia de campo, classificou a fileira como «um caso de sucesso em Portugal pela sua organização e sólida modernização tecnológica, nomeadamente ao nível da poupança de água e energia».

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fotogaleria